SIDAMO

Etiópia

Situada no sul da Etiópia na fronteira com o Quênia e a Somália, a região de Sidamo é principalmente conhecida pelo seu prestigioso Arábica. Sidamo é o nome deste território, predominantemente montanhoso, mas também da população que o habita e do seu idioma. Aqui o café cresce espontaneamente nas encostas das colinas, é cultivado nos coffee gardens, pequenos terrenos nos quais cada família planta também árvores frutíferas e verduras ou em terrenos maiores,

 e é tratado nas “washing stations” distribuídas no território. Além de ser um bem importante da economia local, também é protagonista da vida social e cultural local. Em Sidamo um convite para participar à cerimônia do café, antigo ritual cujos gestos são passados de geração em geração, é um sinal de amizade e de grande respeito. E a chave de uma experiência de um fascínio incomparável.

N/A°

Ahmed Legesse

Etiópia

monoarabica Ahmed Legesse
:
Ahmed Legesse
:
Sidamo
:
1993

Toda manhã Ahmed Legesse para em um coffee shop de Addis Abeba para beber um café. Porém, o melhor do dia é sempre aquele que ele aprecia um pouco depois, sentado à mesa de seu escritório, como neste momento. Pela janela filtra uma luz clara e o ruído dos caminhões; lá fora, durante todo o dia serão carregadas as sacas de café para as entregas. Como sempre Ahmed está calmo, com seu tom pacato: tem a serenidade de quem ama o próprio trabalho e sabe que será apreciado em todo o mundo.
Na Etiópia existe uma forte relação entre a terra e o café, que neste canto do planeta cresce também espontaneamente. Todavia, aqui, cultivá-lo e vendê-lo é um duro desafio, e por isso Ahmed e seu irmão investiram tanto na formação e na qualidade.
Em vinte anos de colaboração com a illy cresceram muito e com os colegas da empresa triestina criaram uma profunda relação humana e profissional, muito além do “vender e comprar” café: frequentemente Ahmed lembra da visita dos parceiros italianos em Addis Abeba, quando festejaram, dançaram e cantaram todos juntos.
Agora o ruído do caminhão deixou lugar ao canto das mulheres que cuidadosamente limpam o café. Olhando para elas Ahmed lembra de uma promessa feita muitos anos antes: sem isto tudo viria a se perder. Esta é a razão pela qual, procura ensinar hoje o que conhece aos seus filhos. Como seu pai fez consigo.