Sul de Minas

Brasil

Minas Gerais é um dos estados brasileiros que conserva as maiores tradições do seu passado colonial, quando atraía os garimpeiros de ouro e pedras preciosas, e ainda hoje oferece numerosas arquiteturas e testemunhos do seu característico e opulento barroco mineiro. A porção mais ao sul desta terra fascinante, chama-se Sul de Minas e é conhecida pelas suas riquezas naturais, os belíssimos panoramas, as colinas verdes e as águas minerais,

mas principalmente pelo seu café, um dos melhores do Brasil. Aqui o terreno é fértil, as temperaturas amenas e quase sempre constantes; as plantações de Arábica encontram-se em altitudes compreendidas entre 900 e 1200 metros e são cultivadas com grande sensibilidade pelas temáticas ambientais. Todas condições que favorecem a excelência do café local, célebre (e celebrado) em todo o mundo.

N/A°

Adolfo Vieira

Brasil

monoarabica Adolfo Vieira brasile sul de minas
:
Adolfo Vieira
:
Sul de Minas
:
1999

Como todos os dias a Fazenda Passeio começa inicia seus movimentos muito cedo. Não faz muito tempo que o sol raiou, mas Adolfo Vieira já está no seu escritório, e pela janela vê o vai e vem dos trabalhadores. Nos campos carregados de café o moral está alto, e toda a plantação é movida por uma alegre frenesi.
Adolfo pertence à quarta geração de cultivadores de café, a terceira na Fazenda Passeio. A propriedade original era maior, mas antes de morrer, seu avô, um imigrante de Portugal para o Brasil, decidiu dividí-la entre os filhos e destinou esta parte para a mãe de Adolfo. Naquela época o lote era pouco cultivado: tenacidade e paixão permitiram que ela e o marido acompanhassem o mesmo florescer com o passar dos anos.

Esta é uma terra milagrosa, fértil e rica. A uma altitude de cerca de 1.200 metros e graças ao microclima característico, aqui as plantas amadurecem lentamente, dando ao café uma doçura extraordinária. Um gosto sedutor para muitos consumidores no mundo, como para Adolfo, que aprecia um bom expresso várias vezes ao dia.
Ele está bebendo um expresso agora, enquanto de seu escritório admira a plantação: os campos verdes brilham sob o sol e no pátio alguns trabalhadores estão ocupados com a limpeza das drupas. Mais à frente notam-se também o topo das árvores plantadas para selar a decenal colaboração da Fazenda com a illy. Há três anos todo hóspede da fazenda, registra a própria presença aqui plantando um arbusto. Uma maneira de agradecer a terra e dar-lhe algo em troca.